BONITO, com Cabaret Capricho (México) – 21, 22 e 23 de junho

Circo Crescer e Viver abriga Círculos de Homens, do Instituto Shanti Brasil
22 de maio de 2019
BAILÃO DO CASTELO – vamos matar a saudade? – sábado, 07 de julho
1 de junho de 2019

Pela primeira vez no Rio de Janeiro, BONITO é um novo espetáculo da cia. mexicana Cabaret Capricho. Através da dança cômica e investigando usos extremos do corpo e da arritmia musical, o trabalho tem sua inspiração no universo adolescente e suas intensidades. Recorrendo a diversas técnicas de movimento e a uma visão particular do palhaço teatral, convida o público para um passeio por uma extensa gama de emoções: uma pausa para abrir bem os olhos, contemplar e receber estímulos, escutar e sentir na alma um pedacinho de eternidade… uma improvável coreografia de olhares e ações cotidianas num embalo que envolve pouco a pouco, e nos faz seguir adiante.

A proposta cênica para montagem coreográfica cômica trabalha desde o Teatro Visual com elementos inspirados em ilustrações de livros e obras gráficas, explorando: as pequenas percepções de estímulos que nos comovem e transformam afetivamente; as implicações do gestual, reações, e transformações do corpo expressivo; e o bonito em destruição – o horror em construção, a manipulação e limites do “bonito” e do “feio” pelas estruturas sociais atuais (mídia, economia, mercado, educação, religião e etc…).

Onde está o bonito? Onde e como se encontra o estado de ânimo da maioria da população? Que motivações surgem para avançar e repetir rotinas? Por que nós, seres humanos, cotidianamente aceitamos e realizamos ações não bonitas?

A fragilidade como via para perceber limites. O assombroso no infinito e o no simples. O corpo acrobático mínimo e máximo. A imaginação que constrói realidades que transcendem o presente, a sensação de vida e transcendência.

Temas:
Transgressão, provocação, pausa, movimento espontâneo, velocidade, transcendência, beleza, nojo, crueldade, amor.

Ficha técnica:
Duração – 60 minutos
Teatro do corpo, palhaço, humor sem palavras, técnicas circenses, coreográficas e visuais
Classificação:
livre para todos os públicos

 

 

 

Sexta 21 de junho, às 20h
Sábado 22 de junho, às 20h
Domingo 23 de junho, às 18h